Empresários pedem solução de longo prazo para o Novo Banco

Os empresários portugueses estão preocupados com a incerteza em torno do Novo Banco e pedem uma solução que traga "acionistas verdadeiramente estratégicos".

A Associação Empresarial de Portugal (AEP) está preocupada com a “indeterminação que rodeia o importante processo de alienação do Novo Banco” e pede uma solução de longo prazo para o banco.

“Deverá ser privilegiada uma solução que promova acionistas verdadeiramente estratégicos, com a inerente estabilidade de médio e longo prazo, em detrimento de uma solução de curto prazo, a qual poderia trazer efeitos profundamente nefastos ao nível do financiamento da atividade económica, em particular do tecido empresarial, domínio em que o Novo Banco tem presença com algum relevo”, refere a associação, em comunicado enviado esta tarde às redações.

A AEP destaca, ainda, a necessidade de “assegurar que a decisão que vier a ser tomada não coloque em causa o que foi uma das razões invocadas para a aplicação da medida de resolução: a relevância da instituição no conjunto do sistema bancário e no financiamento da economia“.

E termina exigindo uma “resposta adequada” ao financiamento das empresas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Empresários pedem solução de longo prazo para o Novo Banco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião