Schäuble: limitar danos do Brexit é prioridade

  • Leonor Rodrigues
  • 20 Janeiro 2017

O ministro das finanças alemão falou hoje em Davos, no Fórum Económico Internacional sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e também da futura presidência de Donald Trump, nos EUA.

O Fórum Económico Internacional continua a decorrer em Davos, na Suíça. O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, foi um dos que falou esta sexta-feira e afirmou que a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) não deverá ter efeitos negativos a curto prazo. O ministro referiu também que um dos objetivos deve ser minimizar os danos que o Brexit pode ter, não só para o país mas como para a Europa.

“A Europa está sob ameaça e temos de a ultrapassar”, disse o ministro alemão. Schäuble afirmou que chorou quando soube do resultado do referendo do Brexit, de acordo com a Bloomberg. No entanto, o ministro afirma que a saída do Reino Unido da UE “não será um problema” de 2017, mas não nega que existe muita incerteza quanto ao que se vai passar na Europa este ano.

Ainda assim, “Londres vai continuar a ser um importante centro financeiro”, disse o ministro no evento.

A presidência de Donald Trump também está a marcar o encontro. Neste aspeto e relativamente à política comercial, Schäuble disse que “não consigo imaginar grandes alterações no comércio livre”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Schäuble: limitar danos do Brexit é prioridade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião