Emigrantes enviaram 3,3 mil milhões em remessas em 2016

  • Lusa
  • 21 Fevereiro 2017

As remessas dos emigrantes aumentaram 0,8% em 2016, com o maior volume a partir de França. As remessas vindas da Suíça, porém, caíram 18% em relação a 2015.

As remessas dos emigrantes aumentaram 0,83%, para 3.343 milhões de euros, ao passo que o dinheiro enviado pelos estrangeiros a trabalhar em Portugal subiu 2,16%, para 533,9 milhões de euros.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, divulgados hoje no boletim estatístico, as remessas dos emigrantes portugueses passaram de 3.315,6 milhões de euros, em 2015, para 3.343,2 milhões de euros, durante o ano passado.

Em sentido inverso, as remessas enviadas pelos imigrantes em território português passaram de 522,61 milhões de euros, em 2015, para 533,9 milhões, no ano passado.

Os emigrantes em França lideraram as remessas em volume, tendo enviado para Portugal 1.122,6 milhões de euros no ano passado, o que revela uma subida de 8,7% face aos 1.033,1 milhões de euros enviados em 2015.

A Suíça, de onde os emigrantes portugueses enviaram 697,2 milhões de euros no ano passado, registou uma quebra de 18,1% nas remessas, já que em 2015 tinha sido a origem de 851,2 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Emigrantes enviaram 3,3 mil milhões em remessas em 2016

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião