Jorge Tomé traz a Arcano para Portugal

  • ECO
  • 1 Março 2017

A Arcano, grupo espanhol que presta assessoria financeira, entra na banca de investimento em Portugal. Um dos sócios é Jorge Tomé, ex-CEO do Banif, mas também Miguel Geraldes, ex-diretor da Euronext.

Há uma nova boutique financeira no mercado português. A espanhola Arcano vai entrar na banca de investimento em Portugal através de uma parceria com a lusa Optimal Investiments, uma empresa que tem entre os seus sócios Jorge Tomé, Miguel Geraldes e Luís Paulo Tenente. Objetivo? Trazer para o país a atividade que desenvolve em Espanha: uma assessoria especializada no acompanhamento de fusões e aquisições a nível das empresas de média dimensão.

O Jornal de Negócios avança que a banca de investimento portuguesa vai agora contar com a Arcano, uma empresa que nasceu em Espanha em 2003 pela mão de vários banqueiros de investimento e que tem centrado a sua atividade em Espanha. Mas agora quer entrar em Portugal e trazer consigo o acompanhamento especializado a nível das fusões e aquisição no segmento das empresas de média dimensão.

Para entrar no país, o jornal diz que o grupo espanhol fez uma parceria com a Optimal Investiments, que tem entre os seus sócios Jorge Tomé, ex-CEO do Banif, Miguel Geraldes, ex-diretor de mercados da Euronext Lisbon, e Luís Paulo Tenente, antigo administrador do Banif Banco de Investimento. Vai contar também com o apoio do banco de investimento Jefferies.

"Num mercado, como o português, que durante tanto tempo esteve muito centrado na atividade dos vários grupos bancários, achamos que esta consultoria especializada independente pode trazer mais valor para os clientes”

Miguel Geraldes

Sócio da Optimal Investments

Segundo fonte oficial da Arcano, citada pelo Negócios, a empresa “entra no mercado português de banca de investimento num momento especialmente relevante, onde se prevê que existam operações no setor financeiro em geral, e em particular na gestão de ativos non core“. O jornal relembra que, apesar de ainda não estar presente em Portugal, a Arcano já participou em várias operações com empresas nacionais, como a Sonae, EDP, Tranquilidade e CGD.

Miguel Geraldes diz que “num mercado, como o português, que durante tanto tempo esteve muito centrado na atividade dos vários grupos bancários, achamos que esta consultoria especializada independente pode trazer mais valor para os clientes“. O ex-diretor de mercados da Euronext refere também ao jornal que um dos objetivos é ajudar as empresas no seu processo de capitalização, incluindo a dispersão em bolsa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Jorge Tomé traz a Arcano para Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião