Empresário brasileiro de Fortaleza compra Vimeca

A Vimeca passou a ser detida por Francisco Feitosa, empresário brasileiro que controla o Grupo Vega, que opera em Fortaleza. Não se conhecem os valores do negócio.

A empresa de transporte lisboeta Vimeca foi adquirida por um empresário brasileiro que detém o transporte urbano de Fortaleza. A aquisição foi notificada esta quarta-feira pelo empresário em questão, Francisco Feitosa, à Autoridade da Concorrência. Com esta operação, a empresa brasileira Grupo Vega — que Franscico Feitosa controla — terá o controlo exclusivo da Vimeca Transportes, uma transportadora focada na área da Grande Lisboa.

Não é, no entanto, conhecido o valor da transação. Nesta notificação, a Autoridade da Concorrência informa apenas que o empresário “atualmente não dispõe de qualquer atividade em Portugal”. Francisco Feitosa é descrito como um “empresário do setor do transporte rodoviário no Brasil”, acionista que controla o Grupo Vega que é responsável, entre outros, pelo transporte urbano em Fortaleza.

A Vimeca existe desde 21 de setembro de 1931, segundo a informação que consta no seu site. Em 1995 adquiriu a Rodoviária de Lisboa, expandindo a sua operação na área da Grande Lisboa para lá de Oeiras. Já a Vega foi fundada em 2002, em Fortaleza, operando hoje em 55 linhas que cruzam toda a cidade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empresário brasileiro de Fortaleza compra Vimeca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião