Diogo Lacerda Machado apontado para a Pharol

O advogado, amigo próximo de António Costa, vai agora para a assembleia geral da operadora, substituindo João Vieira de Almeida, que renunciou ao cargo em julho do ano passado.

Os acionistas da Pharol propuseram para presidente da mesa da assembleia geral da empresa o nome de Diogo Lacerda Machado, o advogado que já representou o Governo em momentos como a negociação com os lesados do BES.

A decisão foi tomada na reunião de 26 de abril, que tinha como ponto principal deliberar sobre a eleição dos membros da mesa da assembleia geral para completar o mandato correspondente ao triénio 2015-2017. O anúncio foi feito pela empresa de telecomunicações em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Considerando a renúncia dos presidente e secretária da mesa da assembleia geral em julho de 2016, torna-se necessário proceder à sua substituição para completar o mandato em curso”, refere o comunicado.

Assim, os acionistas propuseram, além de Diogo Lacerda Machado, para presidente da mesa, o nome de Maria de Lourdes Cunha Trigoso para secretária da mesa.

Recorde-se que os anteriores membros da mesa assembleia geral da Pharol renunciaram aos cargos em julho do ano passado. Na altura, João Vieira de Almeida, presidente da mesa, invocou “razões de ordem profissional”, sendo acompanhado por Sofia Barata, a secretária da mesa.

Notícia atualizada pela última vez às 17h26 com mais informação.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Diogo Lacerda Machado apontado para a Pharol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião