China: “Uber dos camiões” já é um unicórnio

  • Lusa
  • 3 Maio 2017

A empresa chinesa Houchebang, apelidada por muitos como a "Uber dos camiões", angariou mais 156 milhões de dólares em financiamento e é agora avaliada em mais e mil milhões de dólares - um unicórnio.

A “Uber dos camiões” chinesa, Huochebang, que liga camionistas a empresas que precisam de transportar as suas mercadorias, vale já mais de mil milhões de dólares (915,6 milhões de euros), informou hoje a revista Caixin.

A ronda de financiamento, liderada pelo motor de busca Baidu — o Google chinês –, permitiu à Houchebang arrecadar 156 milhões de dólares (142,9 milhões de euros). A empresa assegura que poupa mais de 60.000 milhões de yuan (7.973 milhões de euros) anualmente em combustível aos cinco milhões de camionistas do país, maximizando cada deslocação.

O capital recebido pela Houchebang servirá para expandir os seus negócios de serviços de camiões, alargar a sua base de usuários e contratar mais pessoal, segundo fonte da empresa citada pela revista de informação financeira Caixin. A empresa foi fundada em 2011 com o apoio do gigante chinês da internet Tencent e conta atualmente com 2,6 milhões de veículos registados e 2,3 milhões de condutores.

O seu sucesso consiste em ligar a indústria do transporte com camiões, um setor que na China se encontra fragmentado e é composto sobretudo por camionistas independentes, que representam 75% dos carregamentos comerciais do país.

Além do seu negócio de transporte, a Huochebang também está a acumular dados sobre o consumo de combustível por quilómetro e de despesas com portagens, que utilizará para oferecer serviços financeiros aos camionistas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

China: “Uber dos camiões” já é um unicórnio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião