No país dos “copos e mulheres” há agora vinho descartável

  • ECO
  • 8 Maio 2017

A empresa Wine Break está a apostar na venda de garrafas de vinho fáceis de transportar e abrir. A expansão quer-se debaixo do sol de todo o país.

Salomé Baptista nasceu no seio das adegas dos vinhos Baptista. Há cerca de um mês, diversificou o negócio ao criar a Wine Break, uma empresa que pretende preservar a qualidade dos vinhos mas renovar-lhes o consumo. Como? Ao simplificar o consumo de vinho e trazê-lo para ambientes exteriores. A aposta numa embalagem diferente é a característica que o permite. A adesão no primeiro mês tem sido “positiva”, segundo a fundadora.

Agora, os apreciadores poderão transportar garrafas de vinho de 187ml, o equivalente a um copo, que são “inquebráveis”, “leves” e de abertura fácil, que consiste em rodar a cápsula. O produto destina-se a vários segmentos, sendo o consumo ao ar livre o ponto comum. As qualidades do vinho Baptista enchem as garrafas que se alinham em várias combinações. Os packs vêm com pega, no caso do Six-Pack, e duas garrafas e dois copos descartáveis, no caso do Kit Ready to Drink.

Em conversa com o ECO, Salomé Baptista classifica a adesão como “muito positiva” tendo em conta a evolução das compras online. Contudo, a Wine Break já vende em alguns mini-mercados e garrafeiras, e pretende expandir para hotéis, restaurantes, cafetarias e cadeias de grande distribuição com os quais se encontra em negociações. No caso do turismo de habitação e hostels, o produto servirá sobretudo como oferta aos hóspedes. Os hotéis terão interesse para servir nos mini-bares e piscinas, enquanto o segmento doméstico poderá ver vantagens em abrir garrafas mais pequenas para não desperdiçar.

A fundadora fala de “ajuda mútua” entre a marca de vinhos original, a Baptista, e a Wine Break. O vinho Baptista tem maior expressão na zona do Tejo e Algarve, tendo sido reconhecido com alguns prémios em 2016 entre os vinhos do Tejo. Já a Wine Break pretende espalhar-se por todo o país. Neste sentido, parcerias com outros produtores de vinho estão também nos planos da Wine Break.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

No país dos “copos e mulheres” há agora vinho descartável

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião