Benfica vence a Taça de Portugal

  • ECO e Lusa
  • 28 Maio 2017

Os encarnados venceram a Taça pela 26.ª vez. O Benfica conquistou o troféu ao vencer no Jamor por duas bolas a um o Vitória de Guimarães.

O Benfica venceu no Jamor por duas bolas a uma o Vitória de Guimarães e conquistou pela 26.ª vez a Taça de Portugal. Somou a sua 11.ª ‘dobradinha’, depois da conquista do tetracampeonato.

As duas equipas disputaram uma segunda parte com várias oportunidades de golo. As concretizações só surgiram no segundo período. Houve inclusivamente várias jogadas de grande perigo desperdiçadas.

Os golos saíram dos pés do mexicano Raúl Jiménez, aos 48 minutos, e o argentino Eduardo Salvio, aos 53, apontaram os tentos dos ‘encarnados’, enquanto o sul-africano Zungu marcou o golo dos minhotos, aos 78.

O Benfica e o Vitória de Guimarães estavam empatados a zero, ao intervalo.

Na primeira parte cada equipa foi obrigada a trocar um jogador por lesão. Os ‘encarnados’ perderam Fejsa que foi substituído por Samaris e os minhotos foram privados de Hurtado. Em sua substituição entrou Celis.

A formação ‘encarnada’ venceu assim a prova pela 26.ª vez e somou a 11.ª ‘dobradinha’, numa época em que já venceu a I Liga e a Supertaça. O Vitória de Guimarães tentou repetir o triunfo de 2012/13, mas o Benfica foi mais forte em campo. Um jogo que foi disputado quase todo debaixo de chuva.

A formação da Luz tinha conquistado a Taça de Portugal pela última vez em 2013/14, época em que também logrou a ‘dobradinha’, um ano depois de ter perdido no Jamor com os minhotos, que então conquistaram a sua única Taça.

Com um triunfo por 2-1 sobre o Vitória de Guimarães, o Benfica somou este domingo o 80.º troféu da sua história futebolística, ao conquistar a edição 2016/17 da Taça de Portugal, sublinha a Lusa.

(Artigo atualizado às 19h36)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Benfica vence a Taça de Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião