Brasil aplica multa recorde à empresa de carnes que acusou Temer

  • ECO
  • 31 Maio 2017

A J&F Investimentos aceitou pagar três mil milhões de euros num acordo de clemência no Brasil. Isto depois de partilhar com o tribunal gravações que envolveram o Presidente Temer no caso Lava Jato.

A J&F Investimentos, dona da maior fabricante de carnes do mundo, chegou a acordo com a Justiça brasileira e vai pagar uma multa recorde de cerca de 2,9 mil milhões de euros por causa do seu envolvimento nos escândalos de corrupção que ameaçam o Presidente brasileiro, Michel Temer.

A multa aplicada à J&F supera os 2,4 mil milhões de euros que a construtora Odebrecht foi condenada a pagar depois de se declarar culpada no caso Lava Jato, no âmbito de um acorde de clemência nos EUA e Suíça.

“Os pagamentos serão feitos em exclusivo pela holding e deverão começar em dezembro de 2017”, revelaram os procuradores esta terça-feira. A J&F terá 25 anos para pagar a multa.

A J&F, que entregou ao Tribunal brasileiros gravações que envolveram Temer no maior escândalo de corrupção política no Brasil, conseguiu reduzir a multa em 900 milhões de reais face aos 11,2 mil milhões de reais propostos pela justiça brasileira.

De acordo com o Ministério Público, o acordo de clemência será assinado nos próximos dias. A J&F concordou em divulgar mais detalhes em relação a cinco investigações: Greenfield, Sépsis, Cui Bono, Carne Fraca e Bullish.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Brasil aplica multa recorde à empresa de carnes que acusou Temer

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião