Lusiaves quer dar emprego à população de Pedrógão Grande

  • Ana Batalha Oliveira
  • 26 Junho 2017

São 50 vagas que a empresa abriu nas unidades da Figueira da Foz e Monte Redondo. A proposta inclui o transporte diário e é para início imediato.

O incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande levou à perda de mais de 200 postos de trabalho entre a população. A empresa Lusiaves disponibiliza-se a atuar nesta frente e abre 50 vagas distribuídas pelas unidades da Figueira da Foz e Monte Redondo. As restantes doações vão para os animais da região, que vão receber 200 sacos de ração.

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande avançou o número: “São para cima de 200 pessoas desempregadas [no concelho de Pedrógão Grande]”, afirmou Valdemar Alves à Lusa. O Grupo Lusiaves escolheu oferecer ajuda às vítimas do incêndio dando uma resposta a esta situação. Lançou agora 50 vagas de trabalho exclusivas para os afetados de Pedrógão Grande, que poderão começar imediatamente as funções nas fábricas da Figueira da Foz e Monte Redondo. O transporte diário será assegurado pela empresa.

As empresas devastadas pelas chamas incluem a Enerpellets, que produzia um combustível natural e renovável chamado pellets e empregava 40 pessoas, um lagar acabado de reconstruir e uma indústria da madeira. Os funcionários que viram os seus locais de trabalho destruídos contam para já apenas com o apoio do centro de emprego. “As pessoas estão identificadas e vai haver subsídios para não ficarem, pelo menos, sem o ordenado mínimo.”, garantiu Valdemar Alves.

Tendo em conta que, para além da criação de aves, a empresa se dedica à produção de alimentos compostos para animais, a Lusiaves decidiu ainda contribuir com a doação de 200 sacos de ração para alimentar os animais cujos campos de pasto foram destruídos pelo fogo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lusiaves quer dar emprego à população de Pedrógão Grande

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião