PSD admite propor nova comissão de inquérito à CGD

  • ECO
  • 15 Julho 2017

O líder parlamentar do PSD admite que o partido poderá propor uma nova comissão de inquérito sobre a CGD. Luís Montenegro acusa a esquerda de "bloquear a descoberta da verdade".

O líder parlamentar do PSD afirma que o partido poderá vir a propor uma nova comissão parlamentar de inquérito (CPI) à Caixa Geral de Depósitos (CGD). Isto depois de o PS, Bloco de Esquerda e PCP terem decidido concluir a iniciativa atual antes de o Parlamento ter recebido os documentos pedidos a várias entidades, incluindo ao Banco de Portugal.

Numa entrevista ao Expresso (acesso pago), Luís Montenegro afirma que a “democracia não pode ficar sem responder aos cidadãos quando se faz um processo de recapitalização em que os contribuintes injetam cerca de cinco mil milhões de euros no banco público”. O líder social-democrata acusa a esquerda de “bloquear a descoberta da verdade”.

Isto depois de se ter ficado a conhecer a decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que obriga o Banco de Portugal a levantar o sigilo bancário para que seja possível enviar a documentação pedida pelo Ministério Público (MP). O MP suspeita de prática criminal na concessão de créditos na CGD. As autoridades dizem que há créditos em incumprimentos que não estão registados como imparidades. Esta decisão contraria as conclusões preliminares da primeira comissão de inquérito do banco estatal.

O líder parlamentar do PSD refere que a esquerda quis “encerrar rapidamente a comissão de inquérito, sem esperar uma decisão final dos tribunais que dê razão ao Parlamento e ordene a entrega da documentação. Ou seja, vão tornar inútil todo o caminho feito nos tribunais“. Montenegro diz ainda que, considerando que o MP faz referência a um período em que José Sócrates estava à frente do Governo — o ministério diz que os empréstimos problemáticos começaram a ser concedidos a partir de 2007 — é um claro “indício” de que a esquerda está a esconder a responsabilidade desse Executivo.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

PSD admite propor nova comissão de inquérito à CGD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião