Banca

O banco liderado por Miguel Maya tem intenção de começar a devolver aos trabalhadores o dinheiro retido em cortes salariais, mas sem pôr em causa a solidez do BCP.

Na altura do anúncio, o banco espanhol não estimou que o valor a pagar a Andrea Orcelo fosse tão alto. Números apontam para mais de 50 milhões de euros.