Maurice Lacroix relançada em Portugal

  • Fernando Correia de Oliveira
  • 21 Julho 2017

Depois de várias décadas de experiência no domínio da alta relojoaria, a Maurice Lacroix afirma-se cada vez mais como marca independente. Em Portugal, depois da mudança de importador, a manufactura su

Na década de 1990, a Maurice Lacroix foi um caso de notoriedade no mercado português, fruto de preços muito competitivos e de uma estética que mistura o clássico com o arrojo contemporâneo. Mas o representante da marca saiu de cena e, durante uns anos, ela sofreu com a indefinição criada. Mas, desde há dois anos, com o novo representante, a Maurice Lacroix volta lentamente à posição que já ocupou. E tem argumentos para isso.

A Maurice Lacroix tem as suas origens em 1961, a partir de uma estrutura de montagem criada em Saignelégier, no Jura suíço, com o dono, a Desco von Schulthess (empresa centenária helvética ligada ao comércio da seda). Ali, passa a fabricar aí relógios para várias marcas. Em 1975, a Maurice Lacroix lança o primeiro modelo com o seu nome, começando pelo mercado austríaco. No ano seguinte, avança para outros mercados, sendo Portugal um dos primeiros.

Na década de 1990, a Maurice Lacroix começa a introduzir várias complicações nos seus relógios e introduz a linha Masterpiece, equipada com um calibre cronógrafo totalmente desenvolvido internamente.

Atualmente, e mantendo essa linha topo de gama, a Maurice Lacroix apresenta igualmente soluções com calibres de quartzo. Ambas a preços muito competitivos, dada a qualidade dos materiais utilizados e a complexidade das funções disponibilizadas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Maurice Lacroix relançada em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião