Oito conselheiros de cibersegurança abandonam Trump por “protesto moral”

  • Juliana Nogueira Santos
  • 28 Agosto 2017

"Atenção insuficiente às crescentes ameaças" e sistemas de defesa "pré 11 de setembro" levam oito conselheiros a abandonar o Conselho de Infraestruturas.

Oito membros do Conselho Nacional de Infraestruturas dos Estados Unidos (NIAC), que trata de temas tais como a cibersegurança, abandonaram o órgão consultivo por “protesto moral”. Em causa estará a abordagem da Administração Trump a assuntos tão sensíveis como a cibersegurança, os protestos de Charlottesville e o Acordo de Paris.

Nas cartas de demissão, divulgadas pelo site NextGov, os conselheiros consideraram, individualmente, que as ações do presidente “ameaçaram a segurança nacional que jurei proteger”, com principal ênfase no que diz respeito à cibersegurança. Segundo os mesmos, esta Administração não está “adequadamente atenta às matérias de segurança que, segundo a NIAC, mais pressionam”, e que o próprio presidente dedicou “atenção insuficiente às crescentes ameaças de cibersegurança”.

Entre os oito nomes, estão três que foram transpostos da Administração Obama e que confirmaram a saída através do Twitter. Para além disso, os nomes foram retirados da página oficial do NIAC. Seguem assim a decisão dos outros sete conselheiros que se afastaram do Conselho Industrial da Casa Branca e que levaram o presidente Trump a acabar com o mesmo.

O NIAC foi criado em 2001 por George W. Bush para servir como conselheiro nas decisões relativas à segurança das infraestruturas. Na passada semana, um relatório elaborado pelo mesmo órgão advertia para a necessidade de fortalecimento dos sistemas de defesa, que segundo este estavam num estado “pré 11 de setembro”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oito conselheiros de cibersegurança abandonam Trump por “protesto moral”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião