Expiram as patentes, expiram os mandatos: Novartis muda CEO

  • ECO
  • 4 Setembro 2017

Após oito anos de Joe Jimenez à frente do grupo farmacêutico, a Novartis apontou Vas Narasimhan como novo CEO. Deverá começar em 2018.

O grupo Novartis tem um novo CEO, Vas Narasimhan, até agora chefe do departamento de desenvolvimento de fármacos. O novo responsável toma posse no início do próximo ano, após oito anos de Joe Jimenez no cargo. A empresa precisa de dar a volta à quebra dos últimos dois anos, em resultado do fim de prazo de várias patentes.

Os oito anos de Jimenez começaram numa fase em que o grupo farmacêutico estava em expansão, ficando responsável pela restruturação. Nos últimos dois anos, a trajetória foi de declínio, dada a expiração de várias patentes, incluindo a do produto de maiores vendas, o Gleevec, para o tratamento do cancro. O valor das ações da Novartis está 20% abaixo do pico de 2015.

É neste contexto que Vas Narasimhan irá tomar posse, avança o Financial Times. Contudo, Jimenez prevê que o próximo ano seja de reviravolta graças a 12 fármacos que serão lançados nos próximos três anos e que têm grande potencial de vendas — mil milhões ou mais.

Também recentemente, a Novartis conseguiu a aprovação do Governos dos EUA para um novo tratamento para a leucemia, que custará 475.000 dólares por paciente. Este tratamento consegue reverter a progressão da doença mesmo em fases bastante avançadas.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Expiram as patentes, expiram os mandatos: Novartis muda CEO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião