Wall Street fecha em recordes. Setor financeiro e tecnológicas ajudam

Apesar dos máximos, os ganhos foram ligeiros, com os investidores a revelarem algumas cautelas face à reunião da Fed que termina esta quarta-feira.

Foi pouco, mas foi o suficiente. As ações norte-americanas fecharam a sessão com ganhos modestos, mas que anda assim resultaram em novos máximos históricos. O avanço dos títulos do setor financeiro, tecnológico e das telecoms suportaram a subida.

O S&P 500 fechou com um ganho de 0,11%, para os 2.506,65 pontos, somando a terceira sessão consecutiva de subidas e assinalando um novo máximo histórico. Seis dos 11 principais setores considerados no índice que agrega as 500 principais capitalizações bolsistas fecharam a sessão em alta, com o avanço de cerca de 1% do setor financeiro a suportar o seu rumo.

Por sua vez, o Dow Jones avançou 0,18%, para os 22.370,8 pontos, enquanto o Nasdaq ganhou 0,1%, para encerrar nos 6.461,32 pontos. Para qualquer destes dois índices também esteve em causa a fixação de novos máximos históricos.

"As pessoas estão em modo esperar para ver. A expectativa é que as taxas de juro se mantenham inalteradas e que eles [Fed] comecem a reduzir o balanço. Mas claro que há sempre a possibilidade de surgirem surpresas. Penso que é por isso que os investidores estão cautelosos.”

Brad McMillan, Commonwealth Financial

Reuters

Apesar destes recordes, os ganhos da sessão foram modestos, com os investidores a colocarem-se em modo de espera, em antecipação do resultado da reunião de dois dias da Fed que só termina nesta quarta-feira.

“As pessoas estão em modo esperar para ver. A expectativa é que as taxas de juro se mantenham inalteradas e que eles [Fed] comecem a reduzir o balanço. Mas claro que há sempre a possibilidade de surgirem surpresas. Penso que é por isso que os investidores estão cautelosos“, afirmou Brad McMillan, responsável pela estratégia de investimentos da Commonwealth Financial, citado pela Reuters.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street fecha em recordes. Setor financeiro e tecnológicas ajudam

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião