A carrinha de Cristas contra a EMEL foi multada pela… EMEL

  • ECO
  • 27 Setembro 2017

Uma das carrinhas de campanha de Assunção Cristas foi multada por estacionamento indevido. A história não causaria tamanha estranheza se a EMEL não fosse uma das bandeiras de campanha da candidata.

É uma das histórias que tem marcado o dia nas redes sociais, pelo insólito da situação.

Dois dias depois de andar a distribuir panfletos com formato semelhante às multas passadas pela Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL), eis que a candidata do CDS-PP à Câmara de Lisboa, Assunção Cristas, é multada… Ou melhor, uma das suas carrinhas de campanha é bloqueada pela própria empresa de estacionamento.

A ironia da história reside, precisamente, no facto de Assunção Cristas ter dedicado uma parte relevante da sua campanha para a liderança da autarquia de Lisboa às questões relacionadas com a mobilidade e o estacionamento.

Cristas propôs, por exemplo, a criação de um programa — o “Lisboa Parque” — que diz que irá facilitar a vida dos moradores, uma vez que estes, segundo a própria, têm sido “perseguidos” pela EMEL. Este programa inclui, entre outras medidas, estacionamento gratuito nos primeiros 20 minutos, em qualquer zona da cidade, para residentes.

Para além disso, há que salientar que a dita carrinha tinha uma inscrição que incita à criação de “+Estacionamento e Melhores Transportes pela NossaLisboa”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A carrinha de Cristas contra a EMEL foi multada pela… EMEL

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião