Ryanair abandona planos para comprar Alitalia

  • Lusa
  • 27 Setembro 2017

O interesse pela transportadora italiana falida Alitalia era uma "distração" que a Ryanair decidiu eliminar, explicou hoje o líder da empresa num comunicado.

A companhia aérea irlandesa Ryanair anunciou hoje que abandonou os planos para controlar a Alitalia e vai concentrar-se nos problemas com o seu calendário de inverno, que já levou a mais cancelamentos nos próximos meses. Em comunicado, a companhia indicou que quer eliminar todas as “distrações” como o “interesse pela Alitalia”.

A desistência de fazer uma oferta pela companhia italiana coincidiu hoje com a divulgação de mais cancelamentos na operação de inverno da Ryanair, que afetará cerca de 18 mil voos em 34 rotas e cerca de 400 mil clientes.

O prazo de apresentação de ofertas pela Alitalia deveria ter terminado no passado dia 21 de setembro, mas foi prolongado até 16 de outubro. Entre os interessados figurava a Ryanair, segundo tinha anunciado o presidente executivo da companhia, Michael O’Leary.

Hoje, a Ryanair anunciou que vai deixar de operar 25 aviões de um total de 400 entre novembro de 2017 e março de 2018 e menos 10 aviões de um total de 445 aviões a partir de abril de 2018. Desta forma, será eliminado “o risco de haver mais cancelamentos”, depois de no passado dia 15 de setembro ter sido anunciada a anulação, a partir do dia seguinte, de 2.100 voos ao longo de seis semanas devido a uma falha na programação de férias dos pilotos.

“Vamos iniciar um novo período anual de férias em 01 de janeiro de 2018 que seguirá as normas da União Europeia e da IAA (Autoridade de Aviação Irlandesa)”, disse hoje O’Leary, citado pela agência Efe.

Comentários ({{ total }})

Ryanair abandona planos para comprar Alitalia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião