Mais de mil operacionais combatem quatro fogos em Coimbra e Viseu

  • Lusa
  • 10 Outubro 2017

Mais de mil operacionais combatiam hoje de madrugada quatro fogos de grande dimensão nos distritos de Coimbra e Viseu, de acordo com a Proteção Civil.

Mais de mil operacionais combatiam esta terça-feira de madrugada quatro fogos de grande dimensão nos distritos de Coimbra e Viseu, de acordo com a Proteção Civil.

Segundo o ‘site’ da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), pelas 04:15, o incêndio que deflagrou na noite de sexta-feira na localidade de Castanheira, na freguesia de Fajão e Vidual, no concelho de Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, continuava a mobilizar o maior número de meios: 625 homens, apoiados por 188 viaturas, no combate a uma frente.

O fogo, que levou a ativar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Pampilhosa da Serra e Arganil, causou ainda o corte de vias, nomeadamente da EN 344, EM 508, EM 544, EM 547 e EM 14-0, de acordo com o portal da ANPC.

Pela mesma hora estavam ativos mais três outros incêndios qualificados como ocorrências importantes pela Proteção Civil, todos no distrito de Viseu.

O fogo no concelho de Nelas mobilizava 175 operacionais e 47 veículos, enquanto o incêndio em São Pedro do Sul era combatido por 139 homens, apoiados por 41 meios terrestres.

Já em Castro Daire estavam no terreno 116 operacionais e 16 viaturas no combate ao fogo que levou ao corte da EN 225 entre Ester e Cabril, segundo a Proteção Civil.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mais de mil operacionais combatem quatro fogos em Coimbra e Viseu

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião