Incêndios: Quer manifestar-se? Há convocatórias para todo o país

  • Rita Frade
  • 17 Outubro 2017

O número de manifestações marcadas via Facebook, contra o governo e em solidariedade para com as vítimas dos incêndios, têm vindo a aumentar ao longo do dia.

Depois daquele que foi considerado o pior dia do ano em termos de incêndios em Portugal (15 de outubro), o qual provocou a morte de, pelo menos, 41 pessoas e mais de 70 feridos, os portugueses decidiram seguir o exemplo de Espanha e convocar uma série de manifestações no Facebook.

Sónia Cunha, de Mondim de Basto, Vila Real, disse em declarações à agência Lusa que decidiu avançar com a manifestação, porque estava “cansada de ver tanta desgraça na televisão, de ver comentários no Facebook e sem ver ninguém a tomar uma atitude”.

Só esta terça-feira vão decorrer, pelo menos, duas manifestações em Lisboa: “Vão de férias – Protesto Civil e apartidário” (uma referência à Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa — que, num debate, disse que não se iria demitir pois seria mais fácil gozar as férias que, segundo a própria, não teve) e “Todos a Belém“. Para amanhã está marcada uma em Leiria (“Todos Juntos Pela Reflorestação Do pinhal De Leiria“).

Vão de férias - Protesto Civil e apartidário

As restantes irão decorrer durante o próximo fim de semana, um pouco por todo o país:

Sábado:

Domingo:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Incêndios: Quer manifestar-se? Há convocatórias para todo o país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião