Depois da Global Media, Kevin Ho quer startups, uma adega e imobiliário em Portugal

  • Ana Batalha Oliveira
  • 21 Novembro 2017

Kevin Ho King Lun, detentor de 30% do capital da Global Media Group, quer investir mais em Portugal. Startups e hotéis estão na mira no investidor.

Kevin Ho, o CEO e acionista da KNJ Investment, continua de olhos postos em Portugal. Depois de anunciar a injeção de 15 milhões de euros na Global Media, o grupo dono do Diário de Notícias, do Jornal de Notícias e da TSF, entre outras marcas, o empresário revela à imprensa macaense que considera investir em startups e “alguns projetos imobiliários, um hotel e uma adega” por terras lusas.

Numa entrevista à Macau News Agency, o empresário Kevin Ho King Lun, afirmou a intenção de associar “um projeto de startups” ao Global Media Group. Embora não se focasse unicamente em Portugal, Kevin Ho disse já ter-se reunido com o presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia. “Existem vários armazéns, especialmente aqueles utilizados para o vinho do Porto. Estamos a trabalhar para ver se podemos tornar algum deles numa localização para startups“.

Para além das startups, o empresário refere ainda a intenção de investir em “alguns projetos de imobiliário, um hotel e uma adega” localizados em Portugal.

Nós vamos usar novos talentos em Portugal e usar o seu talento para trabalhar em algo que irá ajudar todo o grupo a crescer no futuro“, almeja Kevin Ho. Pretende trazer talento português para a China e o inverso, pois garante “já não é a fábrica de imitações que uma vez foi”. Pelo contrário, acredita que “devíamos aprender com o que a China tem agora e trazê-lo para a Europa, para os países onde se fala português, para Portugal“.

Comentários ({{ total }})

Depois da Global Media, Kevin Ho quer startups, uma adega e imobiliário em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião