Rumo a novos máximos de 2015, Sonae soma 4% em bolsa

As ações da Sonae lideram os ganhos em Lisboa, numa sessão em que o título capitaliza os bons resultados preliminares das vendas do retalho apresentados nesta quarta-feira.

A Sonae é a rainha dos ganhos na praça bolsista lisboeta nesta sessão, depois de ter surpreendido pela positiva na divulgação dos resultados preliminares das vendas do retalho relativos ao ano passado. As vendas cresceram perto de 7% naquele período. O resultado é um avanço de 4% das ações rumo a máximos de 2015.

As ações da holding co-liderada por Paulo Azevedo e Ângelo Paupério valorizam 3,91%, para os 1,275 euros, a cotação mais elevada desde o início de agosto de 2015. Trata-se ainda da subida diária mais acentuada desde a verificada em meados de junho de 2017.

A aceleração das ações da Sonae acontece depois de, nesta quarta-feira, a empresa ter divulgado os resultados das vendas do seu negócio para a área do retalho. Apesar de ainda serem números preliminares, estes revelam a saúde da atividade do grupo.

As vendas das áreas de retalho da Sonae aumentaram 6,9% em 2017, superando os 5,5 mil milhões de euros, de acordo com informação revelada esta quarta-feira pelo grupo, à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários na quarta-feira. O alimentar continua a ter um elevado peso, mas a Worten brilhou.

A subida das vendas preliminares da Sonae, em 2017, evidenciam o sucesso da sua estratégia comercial, consideram os analistas do Caixa Banco de Investimento numa nota divulgada na manhã desta quinta-feira.

“A unidade de retalho alimentar apresentou valores positivos de vendas ‘like-for-like’, o que evidencia o sucesso da sua estratégia comercial. Salienta-se, igualmente as contribuições positivas da Worten e da Sonae S&F“, disseram ainda os analistas do Caixa BI.

A abertura de 19 novas lojas Continente Bom Dia e de um novo Continente Modelo durante 2017, é visto ainda como outro “driver da evolução positiva das vendas”, segundo os analistas.

O registo bolsista que se regista nesta sessão colocam a Sonae com o quarto melhor desempenho acumulado e 2018 do PSI-20. Desde o início do ano as ações da Sonae valorizam 9%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rumo a novos máximos de 2015, Sonae soma 4% em bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião