Recondução de Frasquilho na TAP posta em causa pelo Bloco de Esquerda

  • ECO
  • 25 Janeiro 2018

Os bloquistas estão a questionar o Governo no sentido de perceberem se Costa sabia das suspeitas sobre alegados pagamentos ilícitos a Miguel Frasquilho, através do saco azul do Grupo Espírito Santo

A recondução de Miguel Frasquilho na TAP, está a levantar dúvidas no Bloco de Esquerda, devido às notícias de que o agora chairman da companhia aérea terá alegadamente recebido dinheiro através do saco azul do Grupo Espírito Santo (GES).

A notícia publicada esta quinta-feira, pelo Público, dá ainda conta de que o partido de Catarina Martins terá dirigido uma pergunta ao Ministério do Planeamento e Infraestruturas sobre esta matéria, com o intuito de saber se o Governo tinha conhecimento das suspeitas que recaem sobre Frasquilho.

“Atendendo às suspeitas por parte do Ministério Público relativas aos motivos das transferências para contas offshore tituladas pela ES Enterprises, e à presença de Miguel Frasquilho nas listas de beneficiários registados nas contas bancárias da referida instituição, preocupa-nos a atual intenção de recondução de Miguel Frasquilho como presidente do Conselho de Administração da TAP”, lê-se em parte da pergunta feita pela deputada Mariana Mortágua.

Para logo a seguir, questionar: “Tem o Governo conhecimento das suspeitas de que Miguel Frasquilho recebeu transferências ilícitas do saco azul do GES?”.

Mas as dúvidas não se ficam por aqui, com os bloquistas a perguntarem se o Governo considera que “estão reunidas as condições que garantam a idoneidade do atual presidente do conselho de administração da TAP, que pretende reconduzir no cargo?”

A recondução de Miguel Frasquilho na TAP, nomeado pela Parpública, deverá acontecer no próximo dia 31 de janeiro, durante a próxima assembleia-geral da companhia aérea.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Recondução de Frasquilho na TAP posta em causa pelo Bloco de Esquerda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião