Chivas Venture: Academia de Código está na corrida aos 850 mil dólares

  • ECO
  • 26 Janeiro 2018

Academia Portuguesa foi a grande vencedora da final portuguesa do Chivas Venture. Nesta primeira fase, levou para casa três mil e está agora na corrida ao grande prémio final: 850 mil dólares

está escolhida a startup portuguesa que vai defrontar as 26 outras pequenas empresas internacionais, na final do Chivas Venture, em Amesterdão. Será a Academia de Código a participar na última fase desta competição mundial de empreendedorismo, que atribui, todos os anos, até 850 mil dólares a projetos com impacto positivo na sociedade e no ambiente. Nesta primeira fase, a companhia portuguesa já levou para casa 3.000 euros.

Academia de Código foi a grande vencedora da final portuguesa do Chivas Venture.Chivas Venture

“É um orgulho imenso estar a representar a minha equipa aqui no Chivas Venture e é um privilégio poder representar o nosso país em Amesterdão“, assinalou, em comunicado, Diana Nunes. A responsável de Marketing e Business Development do projeto selecionado adiantou também que conquistar o prémio final seria “uma excelente alavanca” para que a empresa consiga transformar “mais vidas e ter um impacto positivo na sociedade”.

Na sua página de Facebook, a empresa deixou ainda uma nota a toda a sua equipa: “80% do sucesso é aparecer. Os outros 20% é ter uma equipa fabulosa, que sabe exatamente a razão pelo qual nós aparecemos: Todos pelo código e o código por todos”.

A Academia de Código oferece bootcamps de programação de 14 semanas aos cidadãos desempregados, para que estes desenvolvam competências técnicas e soft skills. Em Lisboa, os cursos custam 7.000 euros, que podem ser pagos em duas modalidades: a pronto (e nesse caso o preço é reduzido em mil euros) ou a crédito. Neste último cenário, ao ECO André Machado (representante desta startup) avançou que os alunos que se inscreverem no próximo bootcamp — em maio — vão beneficiar de uma nova parceria com o banco BMI Europa e ter acesso a crédito com condições vantajosas. Os interessados podem começar a pagar só seis meses depois do início do curso e durante cinco anos, com juros reduzidos.

Nos Açores e no Fundão (as duas outras localidades onde a Academia de Código opera), as condições variam. No arquipélago, o curso é suportado pelo Governo Regional na sua totalidade. Já no Fundão, a participação é paga pela Câmara e por uma associação de empresas da região mas, caso o aluno encontre emprego numa dessas companhias depois de terminar o curso, é obrigatória a devolução de 2.500 euros, no prazo de 24 meses, a essa associação.

Três mil no saco. A jornada continua

Depois de ter vencido a final portuguesa do Chivas Venture, Diana Nunes vai agora juntar-se em Oxford, no Reino Unido, aos restantes 26 empreendedores selecionados nos seus respetivos países. Segue-se um curto Programa de Aceleração de três dias e, a partir de 4 de abril, a escolha do melhor projeto caberá ao público. Através de uma votação online, será selecionada uma startup à qual será entregue a primeira grande fatia do grande prémio: 50 mil euros.

Para conquistar o maior prémio possível (850 mil euros), os participantes têm não só de conquistar o público como também o júri. A última fase implica a realização de um pitch perante um painel de especialistas e dá direito aos restantes 800 mil dólares. Os critérios que vão reger a seleção do grande vencedor são o impacto social do projeto, a escalabilidade da empresa, o modelo de negócio e estratégia organizacional, a viabilidade financeira e a experiência e compromisso na gestão de equipa.

Nesta edição, a Chivas Regal (marca de whisky que promove este concurso) uniu-se ao festival de tecnologia TNW Conference para receber a final da competição.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Chivas Venture: Academia de Código está na corrida aos 850 mil dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião