Altice quer ser ouvida pela AR para “expor a sua indignação”

  • ECO
  • 29 Janeiro 2018

Bloco de Esquerda anunciou intenção de nacionalizar redes da PT. Notícia caiu como uma bomba na Altice, que já pediu audiência a Ferro Rodrigues para "expor a sua indignação".

A notícia de que o Bloco de Esquerda quer nacionalizar não só a rede de comunicações básicas, mas também a propriedade e gestão das redes de emergência, de segurança e proteção civil, e de difusão do sinal audiovisual (TDT) está a gerar um profundo mal-estar no seio da Altice. Em comunicado, a empresa considera que as declarações do deputado Heitor Sousa ao Expresso se revestem de uma “enorme gravidade” e adianta que solicitou, esta segunda-feira, uma audiência ao Presidente da Assembleia da República para “expor a sua indignação e clarificar a sua estratégia”.

“Portugal não merece nem pode admitir que membros de órgãos de Soberania, como a Assembleia da República, se comportem de forma tão leviana ou irresponsável e assim afetem a credibilidade, a confiança e o respeito destes órgãos”, sublinha a multinacional. A companhia liderada por Patrick Drahi diz ainda estranhar que, em nenhum momento, o bloquista “tenha procurado obter os exigíveis esclarecimentos” junto da Altice, sobre as matérias que aborda, no jornal referido, tal como “fizeram os outros grupos parlamentares”.

Indignada com o “conjunto de factos e informações falsas” avançado pelo político, a companhia refere que é o grupo de telecomunicações que mais investe em Portugal, com a mais alargada cobertura de rede móvel.

De acordo com a notícia publicada, este sábado, no Expresso, o Bloco de Esquerda quer trazer para o domínio público a rede de telecomunicações básica, vendida à PT, em 2002, para que o défice cumprisse, nesse ano, a meta de 3%. Neste âmbito, o partido está mesmo a preparar uma proposta de alteração à Lei Base das Telecomunicações, justificada pelas “sistemáticas falhas das redes de emergência”, pelo “fraco desenvolvimento da TDT” e pela “falta de qualidade dos serviços”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Altice quer ser ouvida pela AR para “expor a sua indignação”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião