Caixa volta a aumentar comissões e penaliza jovens a partir de maio

  • ECO
  • 1 Fevereiro 2018

Esta é a terceira vez que a Caixa penaliza clientes sob a liderança de Paulo Macedo, há um ano à frente do banco português.

A Caixa Geral de Depósitos prepara-se para voltar a aumentar as comissões, o que deverá penalizar os clientes mais jovens a partir de maio e, em junho, as empresas com operações no estrangeiro, escreve esta quinta-feira o Público [acesso condicionado].

De acordo com o jornal, esta é a terceira vez que o banco português agrava os custos para os clientes: a primeira foi em junho do ano passado (a aplicar em setembro), pouco tempo depois da entrada de Macedo à frente do banco e a segunda no início deste ano: os clientes que recorram ao levantamento do dinheiro ao balcão com a caderneta passam a pagar um euro.

Em maio do ano passado, Paulo Macedo — há um ano à frente da CGD — admitiu que o banco tinha de aumentar as comissões cobradas aos clientes em 100 milhões de euros num prazo de quatro anos mas que, para atingir esse montante, não seria necessária “nenhuma correria”.

Para esta sexta-feira está marcada a divulgação das contas do banco relativas a 2017 que, escreve o Público, deverão refletir o aumento das comissões (que chegaram aos 349,5 milhões de euros em 2016); no entanto, o grande impacto destes aumentos do último ano só deverão ter maior reflexo nas contas de 2018.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Caixa volta a aumentar comissões e penaliza jovens a partir de maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião