Portuguesa Feedzai entra no top Fintech50 da Forbes

Startup integra pela primeira vez a lista da revista internacional que elege os projetos com mais impacto nas áreas do futuro de Wall Street e Big Data.

Os nomes de Nuno Sebastião, Pedro Marques e Pedro Bizarro têm, a partir desta terça-feira, lugar de destaque na revista Forbes. A startup portuguesa Feedzai integra, pela primeira vez, o top Fintech50 que destaca empresas com impacto no futuro de Wall Street e Big Data.

De acordo com o ranking divulgado ontem, a Feedzai obteve até ao momento 82 milhões de dólares de financiamento e é avaliada em 575 milhões de dólares. A empresa portuguesa trabalha com várias entidades bancárias como a Capital One, First Data e Citibank, escreve a revista.

A empresa, com sede em Portugal, trabalha com tecnologia ligada ao machine learning e à inteligência artificial e fechou a mais recente ronda de financiamento — e a maior obtida desde sempre por uma startup portuguesa — em outubro de 2017.

Na altura, em entrevista ao ECO, Nuno Sebastião, CEO da Feedzai, contava que a notícia foi recebida com entusiasmo e muita responsabilidade. “Olhava para aquilo [altos valores em rondas de financiamento] e nem sequer percebia mas agora percebo: depende muito do negócio que tens. Porque até quando negociamos com clientes é importante termos músculo financeiro”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Portuguesa Feedzai entra no top Fintech50 da Forbes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião