STCP aumenta capital. Estado injeta 56 milhões de euros

A empresa de transportes do Porto conta agora com um capital social de pouco mais de 213 milhões de euros.

A Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) aumentou o capital em 56,3 milhões de euros, através da emissão de 11 milhões de novas ações subscritas pelo único acionista, o Estado. A injeção é feita através da conversão de créditos, ou seja, o Estado deixa de cobrar empréstimos concedidos e que venceram no final do ano passado, passando esse montante a contar como capital.

“A STCP vem informar que, por deliberação do Estado Português, na qualidade de acionista único da STCP, foi aumentado o capital social no montante de 56.372.105 euros, através da emissão de 11.274.421 novas ações nominativas com o valor de cinco euros cada, por conversão dos créditos detidos pelo Estado/Direção Geral do Tesouro e Finanças, que se venceram em 30 de novembro de 2017”, pode ler-se no comunicado enviado à CMVM.

O capital social da STCP passa assim a ser de pouco mais de 213 milhões de euros.

Recorde-se que, no verão passado, a transportadora do Porto anunciou um investimento de 92 milhões de euros na compra de 188 veículos ecológicos. Desta frota, 35 autocarros chegam já este ano, outros 60 em 2019 e os restantes em 2020.

Comentários ({{ total }})

STCP aumenta capital. Estado injeta 56 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião