Altice garante compromisso reforçado para comprar a Media Capital. E tem o dinheiro disponível

  • ECO
  • 3 Março 2018

A Altice quer comprar a TVI e a dia 13 de abril como data-limite para a conclusão do negócio não é vinculativa. E garante que o compromisso de compra está hoje "reforçado".

A Altice, liderada por Alexandre Fonseca em Portugal, garante que mantém “o seu compromisso de aquisição do grupo Media Capital” e acrescenta que o negócio integra a sua estratégia empresarial “de forma reforçada”. Na sequência das notícias sobre uma ‘long stop date’ relativamente ao acordo de aquisição da Media Capital à Prisa em julho de 2017, fixada no dia 13 de abril deste ano, a operadora garante o interesse, e a disponibilidade imediata de dinheiro, para fechar a operação que está neste momento em análise aprofundada na Autoridade da Concorrência.

Em comunicado enviado em resposta às perguntas do ECO, a Altice esclarece que “a data de 13 de abril não tem implicações definitivas na conclusão do negócio”. De acordo com a mesma fonte oficial, a referida data é “uma cláusula contratual sempre existente em qualquer negócio relevante que muito respeitamos, mas ao qual não somos intransigentes”.

De acordo com o Jornal de Negócios desta sexta-feira e do Expresso deste sábado, o acordo de julho de 2017 está sujeito a uma long stop date — uma data limite para a conclusão de um negócio previamente acordado, a partir da qual uma das partes o pode denunciar, ficando sem efeito — para verificação das condições suspensivas, incluindo uma decisão de não oposição da concorrência ao fim de nove meses. E citam uma excerto da carta enviada a Concorrência: “É imperativa a emissão de uma decisão por parte da AdC, até 13 de abril de 2018, sob pena de a realização do negócio ser injustificadamente impedida, limitando-se o funcionamento regular do mercado, por razões meramente processuais e não de substância”, indica a primeira página das observações feitas pela Uría Menéndez – Proença de Carvalho à decisão do regulador.

Apesar disso, o compromisso da Altice mantém-se e, segundo este comunicado, está agora até reforçado. “A Altice tem assegurado, desde o dia da assinatura do compromisso de aquisição da Média Capital, o financiamento necessário à realização desta operação, estando esse financiamento completamente garantido e disponível a ser utilizado no momento da conclusão da mesma, o que é, obviamente, do conhecimento das partes e entidades competentes no âmbito deste processo”.

A Altice, que comprou há três anos a PT Portugal por cerca de sete mil milhões de euros, anunciou em julho do ano passado que chegou a acordo com a espanhola Prisa para a compra da Media Capital, dona da TVI, entre outros meios, por 440 milhões de euros.

Além disso, a companhia liderada por Alexandre Fonseca garante nesta resposta ao ECO que “tem trabalhado em estreita colaboração com a entidade competente, assegurando pontual e atempadamente as respostas a todas as questões que lhe são colocadas. No atual momento, está a ser completamente assegurada com a ADC a resposta e esclarecimento ponto a ponto a todas as questões ou preocupações colocadas por esta Autoridade”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Altice garante compromisso reforçado para comprar a Media Capital. E tem o dinheiro disponível

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião