Isabel dos Santos lança site para se defender da Sonangol

  • ECO
  • 10 Março 2018

A empresária angolana está a recorrer a todas as formas possíveis para, diz, repor a verdade sobre as acusações que lhe são feitas pela Sonangol. Agora, lançou um site.

Sob o lema #falarverdade, Isabel dos Santos encontrou mais uma forma de se defender das acusações contra si feitas na conferência imprensa da Sonangol. Desta vez, lançou um site. No Factos Sonangol (www.factos-sonangol.com), a empresária angolana reúne desde o comunicado que emitiu em resposta a Carlos Saturnino, a entrevista ao Jornal de Negócios, mas também os posts nas redes sociais, entre eles vídeos.

“No âmbito da conferência de imprensa do passado dia 28 de fevereiro, relativa à apresentação de resultados da Sonangol, foram feitas acusações graves, pelo atual presidente do CA daquela empresa, à minha gestão e pessoa. É com o objetivo de repor a verdade que crio este site onde reúno todos os factos que contrariam as acusações proferidas“, refere Isabel dos Santos na abertura desta página.

Isabel dos Santos foi acusada por Saturnino de ter ficado com os dividendos da Galp Energia, de ter gasto milhões nos salários da sua administração, mas também de ter esbanjado dinheiro da empresa em consultoria. Isto além de ter feito transferências das contas da empresa para outras já depois de ter sido exonerada do cargo pelo novo presidente da Angola, João Lourenço.

Todas estas acusações são repudiadas pela filha do ex-presidente angolano, José Eduardo dos Santos. Emitiu um comunicado em que respondeu ponto por ponto a todas as acusações, sendo que logo a seguir deu uma entrevista ao Jornal de Negócios para repor a verdade dos factos. Logo depois, recorreu às redes sociais.

Numa série de posts no Facebook e Twitter, a empresária foi colocando “cartazes” em que expunha a mentira da Sonangol e a verdade dos factos, sob o lema #falarverdade. Ao mesmo tempo, e recorrendo às mesmas redes sociais, foi publicando pequenos vídeos em que contrapunha todas as acusações que lhe foram feitas pelo seu sucessor na liderança da Sonangol. Tudo isso está agora compilado neste site lançado a 9 de março.

"No âmbito da conferência de imprensa do passado dia 28 de fevereiro, relativa à apresentação de resultados da Sonangol, foram feitas acusações graves, pelo atual presidente do CA daquela empresa, à minha gestão e pessoa. É com o objetivo de repor a verdade que crio este site onde reúno todos os factos que contrariam as acusações proferidas.”

Isabel dos Santos

Empresária

Isabel dos Santos acusa Carlos Saturnino, atual presidente da Sonangol, de “procurar buscar um bode expiatório, para esconder o passado negro” da empresa e o que classifica de “falência” em que a encontrou. “Ora, isto não passa de uma manobra de diversão, para enganar o povo sobre quem realmente afundou a Sonangol”, afirmou a empresária, desafiando Saturnino a demitir-se.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Isabel dos Santos lança site para se defender da Sonangol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião