Negrão defende aumentos na Função Pública… se se reduzir o número de funcionários

  • Lusa
  • 6 Abril 2018

O líder parlamentar do PSD defendeu uma reforma que passe pela qualificação dos funcionários, mas também uma redução no número dos trabalhadores do Estado. Assim, deveria haver aumentos no Estado.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, defendeu um aumento salarial na Função Pública já em 2019, se o Governo aceitar uma reforma do Estado baseado numa redução do número de funcionários.

Em entrevista à Antena 1, Negrão afirmou poder acompanhar as propostas dos partidos da esquerda, PSD e BE, e defendeu uma reforma que passe pela qualificação dos funcionários, mas também uma redução no número dos trabalhadores do Estado.

Essa reforma, “no essencial”, deve “passar por uma reorganização de serviços, por novos quadros e por uma nova política remuneratório”, acrescentou.

Questionado sobre se poderia apoiar as propostas dos partidos de esquerda, Fernando Negrão admitiu que sim na entrevista que será divulgada, na íntegra, no sábado.

“Se verificarmos que, em termos de economia, existem condições para esse efeito, e se houver da parte do Governo vontade para iniciar uma reforma do Estado, acho que há uma hipótese provável acompanhar os partidos no aumento dos vencimentos”, afirmou.

Esta posição do presidente da bancada do PSD surge no dia em que o ministro das Finanças informou o Conselho Permanente de Concertação Social que não haverá aumentos de salários em 2019. O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, considerou esta posição inadmissível.

“Não se percebe que este Governo esteja obcecado pelos números e a perder sensibilidade social”, disse Arménio Carlos, após uma reunião de mais de três horas em Lisboa.

Comentários ({{ total }})

Negrão defende aumentos na Função Pública… se se reduzir o número de funcionários

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião