Parlamento aprova lei para regular investimentos da Santa Casa

  • Lusa
  • 6 Julho 2018

Diploma faz depender de uma autorização da tutela de “investimentos estratégicos e estruturantes" por parte da Santa Casa.

O parlamento aprovou um projeto de lei do CDS que prevê uma autorização do Governo para que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa efetue “investimentos estratégicos e estruturantes”, como o do Montepio.

O projeto de lei dos centristas, que sofreu alterações no debate na especialidade, resultou num texto final da Comissão de Trabalho e Segurança Social que foi aprovado, em votação final global, por todas as bancadas, exceto a do PS.

O projeto dos centristas, entregue no parlamento em abril, foi anunciado como uma forma de tentar travar a entrada da Santa Casa no capital do Montepio Geral.

O diploma faz depender de uma autorização da tutela – no caso, o Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social – para que a Mesa desta instituição efetue “investimentos estratégicos e estruturantes”, nomeadamente que envolvam a SCML na administração ou órgãos sociais de instituições que desenvolvem atividades noutros setores ou que sejam em volume superior a 5% do seu orçamento anual.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Parlamento aprova lei para regular investimentos da Santa Casa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião