Cooperação entre EUA e Turquia está ameaçada, alerta Erdogan

  • ECO e Lusa
  • 11 Agosto 2018

Ao fim de seis décadas de cooperação, Erdogan diz que ações unilaterais dos Estados Unidos contra a Turquia vão pôr em causa os interesses dos Estados Unidos e que Ancara vai procurar novos aliados.

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse este sábado que a cooperação entre a Turquia e os Estados Unidos está ameaçada, alertando a Casa Branca que irá encontrar “novos aliados”, caso se mantenha o “desrespeito” norte-americano.

As relações entre os dois aliados na NATO têm-se deteriorado nas últimas semanas depois da detenção em 2016 na Turquia do pastor anglicano norte-americano Andrew Brunson e motivou a imposição por Washington de sanções punitivas a dois ministros turcos, e um aviso sobre possíveis medidas adicionais.

Na sexta-feira, Donald Trump decidiu aumentar o valor das tarifas sobre o aço e o alumínio da Turquia, acelerando a queda da moeda turca (lira), que perdeu 16% face ao dólar.

Num artigo de opinião publicado no New York Times (acesso livre/conteúdo em inglês), Erdogan avisou Washington sobre as consequências destas medidas, que podem mesmo levar Ancara a encontrar “novos amigos e novos aliados”. “A menos que os Estados Unidos comecem a respeitar a soberania da Turquia e provem que compreendem os perigos que a nossa nação enfrenta, a nossa parceria pode estar em perigo”, afirmou o Presidente turco.

A menos que os Estados Unidos comecem a respeitar a soberania da Turquia e provem que compreendem os perigos que a nossa nação enfrenta, a nossa parceria pode estar em perigo.

Tayyip Recep Erdogan

Presidente turco

O aumento da tensão entre a Turquia e os Estados Unidos teve forte reflexo nos mercados na sexta-feira. A lira turca chegou a cair 17%, atingindo mínimos históricos, levando consigo o euro por arrasto. Face à queda da lira, Erdogan anunciou, na sexta-feira, uma “guerra económica” e chamou o povo turco para a “luta nacional”, incitando à troca de moedas estrangeiras.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Cooperação entre EUA e Turquia está ameaçada, alerta Erdogan

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião