Pharol e incerteza na Turquia arrastam PSI-20

  • Marta Santos Silva
  • 17 Agosto 2018

A Pharol e a Navigator voltaram às perdas esta sexta-feira, num dia em que a maioria das praças europeias também fechou a perder devido à tensão entre os EUA e a Turquia.

A bolsa lisboeta fechou em queda esta sexta-feira, terminando a semana com perdas. O peso da Pharol, que caiu após anunciar um aumento de capital, da Mota-Engil e também da Sonae arrastaram o índice de referência PSI-20 para uma queda de 0,47%, para se fixar nos 5.486,99 pontos.

As energéticas Galp e REN tiveram ganhos de 0,17% e 0,08%, respetivamente, aumentos modestos num dia em que o petróleo negoceia positivamente. Já a EDP, tanto a casa mãe como a Renováveis, encerraram em queda.

A Pharol chegou a perder mais de 5% durante a parte da manhã, após de ter anunciado um aumento de capital, que será votado pelos acionistas a 7 de setembro. No final do dia já recuperara um pouco, mas não deixou de recuar 2,44% para os 22 cêntimos. Também em queda esteve a Navigator, após uma semana atribulada em que a papeleira sofreu a pressão de taxas iminentes nos Estados Unidos contra o dumping neste setor. A Navigator começou a segunda-feira nos 4,78 euros e dá por si a terminar a sexta-feira nos 4,35 euros por ação.

Também a puxar o PSI-20 para baixo estiveram as perdas da construtora Mota-Engil, que perdeu 1,07% para ficar nos 2,775 euros, e da Sonae, que caiu quase meio ponto percentual para os 0,864 euros.

As bolsas europeias também foram marcadas em parte por quedas. O índice europeu Stoxx 600 fechou a cair 0,2%, uma tendência que foi acompanhada nas praças de Londres, Frankfurt e Paris. Em parte, as bolsas europeias sofreram com a incerteza que continua a vir da Turquia. Esta sexta-feira, Ancara rejeitou o pedido de libertação do norte-americano Andrew Brunson, colocando certamente mais pressão nas relações entre os dois países.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pharol e incerteza na Turquia arrastam PSI-20

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião