Cinco apps para aprender inglês ou outro idioma. Só vai precisar de um smartphone

Conheça a lista que o ECO preparou com as melhores aplicações para aprender inglês ou outro idioma, a qualquer momento e em qualquer lugar. Só precisa de um smartphone.

“Este ano vou aprender inglês”. De certeza que já ouviu esta frase mais do que uma vez e dita por várias pessoas, talvez até por si próprio. Um projeto que, muitas vezes, acaba por ficar pendente, seja devido à falta de tempo, ao investimento económico ou simplesmente ao esforço a que obriga.

Para evitar alguns desses inconvenientes, aprender um novo idioma com recurso a uma aplicação pode ser uma possibilidade. Já existem várias ferramentas online, de baixo custo e que podem ser utilizadas em qualquer momento. O mais difícil pode ser escolher qual a aplicação mais adequada. Por isso, para facilitar e apressar o processo, o ECO elegeu as cinco melhores apps para aprender um novo idioma.

Duolingo

É uma das aplicações mais conhecidas e mais usadas para a aprendizagem de uma nova língua. O formato do Duolingo lembra um videojogo, uma vez que os erros fazem o jogador perder vidas e, à medida que acerta, vai ganhando moedas ou vidas extra. As lições englobam um conjunto de exercícios que permitem praticar várias competências: desde a escrita à pronuncia. Para que haja um certa rotina de aprendizagem, a aplicação regista a atividade diária e semanal e informa o utilizador.

Além de inglês, o Duolingo oferece outros idiomas, como francês, espanhol ou italiano. Um pormenor interessante é que a metodologia de aprendizagem é personalizada para cada aluno, detetando quais são os principais problemas de aprendizagem de cada um e oferecendo exercícios direcionados para as dificuldades de cada caso. O Duolingo pode ser instalado nos sistemas Android e iOS.

Babbel

Esta é talvez a aplicação com o método de ensino mais semelhante ao das tradicionais escolas de línguas. A Babbel oferece conteúdos para os diferentes níveis do idioma, baseados nas normas do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas, um guia utilizado para descrever os objetivos a serem alcançados pelos estudantes de línguas estrangeiras na Europa.

A plataforma oferece a possibilidade de aprender inglês e outros idiomas como polaco ou sueco, até um total de 12 línguas. Pensada para ser usada sobretudo no telemóvel, cada lição tem 15 minutos para não perturbar as tarefas diárias do utilizador. Desta maneira, a app pretende que qualquer pessoa consiga tirar 15 minutos do seu dia para uma lição.

Uma das particularidades desta aplicação é que oferece uma temática específica. A Babbel tem um curso de Business English, a pensar nas situações laborais do quotidiano, como por exemplo uma conversação telefónica, a redação de um email, uma reunião ou até o vocabulário usado nas ofertas de emprego.

Quanto ao acesso, a app apenas permite aceder gratuitamente para realizar a primeira lição. Depois disso, para aceder a todo o material sem restrições, é necessário estar subscrito, uma mensalidade de 4,95 euros. A aplicação está disponível para os sistemas Android e iOs.

Memrise

No ano passado recebeu o prémio de melhor aplicação Android nos prémios Google Play. A Memrise oferece uma aprendizagem focada na conversação, através dos métodos de repetir e recordar. Desenhada quase como um jogo de aventura, a app permite aprender vários idiomas, alguns deles menos comuns, como japonês, coreano ou russo.

No que toca ao inglês, uma das características desta aplicação é que distingue o inglês britânico do inglês americano. Quanto ao acesso, os conteúdos são limitados na versão gratuita e, para não haver restrições, existe uma versão premium, desde 8,99 euros. A app pode ser descarregada para Android e para iOs.

Busuu

Através desta aplicação é possível aprender um vasto conjunto de idiomas, desde inglês ao francês, passando pelo turco ou árabe. Existem diferentes níveis de aprendizagem, sendo que é preciso realizar uma prova prévia ao início do curso, tal como acontece na maioria das escolas de línguas, para auferir o nível inicial.

Além disso, depois de terminar o curso, a Busuu permite adquirir um certificado concedido pela empresa americana McGraw-Hill Education. Os exercícios são corrigidos por nativos, com que o utilizador pode estabelecer uma conversação, através do chat da app.

Ainda que exista uma versão gratuita, para desbloquear todas as funcionalidades é necessário assinar uma subscrição premium que custa 5,41 euros por mês. A Busuu pode ser instalada nos sistemas Android e iOS.

Tandem

Esta aplicação é, não tanto para quem está a iniciar-se mas sim para quem quer aperfeiçoar o idioma. O Tandem tem uma didática diferente da maioria das apps porque não tem lições nem exercícios. Ao invés, privilegia o contacto direto com pessoas nativas de outros países. Desta forma, é a aplicação desta lista mais indicada para quem quer praticar principalmente a oralidade.

Após preencher um breve perfil com os seus dados, o Tandem encarrega-se de encontrar um parceiro com quem falar o idioma que pretende. A proposta é que faça novas amizades ao mesmo tempo que pratica um novo idioma. No entanto, dá também para aderir às aulas pagas, sendo que parte do valor representa uma taxa do Tandem. A app está disponível para Android e para iOS.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cinco apps para aprender inglês ou outro idioma. Só vai precisar de um smartphone

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião