Governo quer aliviar IRS para quem fizer horas extra

  • ECO
  • 29 Setembro 2018

O Governo vai criar uma nova forma de aplicar as tabelas de retenção na fonte, de modo a evitar que os trabalhadores que façam horas extra vejam a carga fiscal subir.

Para evitar a subida de escalão de IRS dos trabalhadores que façam horas extraordinárias, o Governo vai criar uma nova forma de aplicar as tabelas de retenção na fonte, avança o Diário de Notícias, este sábado.

De acordo com os parceiros sociais, a medida foi apresentada pelo ministro das Finanças e tem como objetivo evitar que os cidadãos acabem por pagar mais impostos por apresentarem este tipo de rendimentos.

É que, ao contrário das taxas aplicadas aos sete escalões do IRS, as tabelas de retenção na fonte são cegas, isto é, incidem sobre a totalidade do rendimento. Um único euro pode, deste modo, implicar a subida de escalão e, consequentemente, da carga fiscal exigida.

Ainda não se sabe, contudo, se os rendimentos conseguidos através de trabalho suplementar (como horas extra e trabalho em feriados) serão tributados de forma independente ou se a retenção na fonte passará a ser feita com base numa média do rendimento mensal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo quer aliviar IRS para quem fizer horas extra

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião