Reunião com Função Pública adiada novamente para Centeno participar

  • Marta Santos Silva
  • 10 Outubro 2018

O ministro das Finanças vai encontrar-se com os sindicatos representantes dos trabalhadores do Estado esta sexta-feira para falar das opções para o Orçamento do Estado.

A reunião entre o Ministério das Finanças e os sindicatos dos trabalhadores do Estado voltou a ser adiada: marcada originalmente para esta quarta-feira e mudada para quinta de manhã, passa agora para sexta à tarde. O motivo, desta vez, é para o ministro Mário Centeno poder estar presente, juntamente com a secretária de Estado da Administração Pública.

De acordo com José Abraão, dirigente da Fesap, que confirmou ao ECO esta informação, os sindicatos poderiam estar descontentes com os sucessivos adiamentos da reunião, “mas como vai estar o ministro das Finanças valorizamos muito” a alteração, especialmente devido à proximidade da apresentação do Orçamento do Estado, prevista para a próxima segunda-feira.

O ministro das Finanças não se tem reunido com os sindicatos durante esta ronda negocial, que tem sido conduzida principalmente pela secretária de Estado da Administração Pública, Maria de Fátima Fonseca.

Para a Fesap, a expectativa para a reunião é não só que o ministro venha preparado para explicitar como é que o Governo vai proceder a atualizações salariais na Função Pública, mas também que sejam adotadas outras medidas propostas pelos sindicatos, como a mudança para 25 dias de férias, e que seja abandonada a hipótese de um faseamento até 2020 do pagamento das progressões na carreira.

Os aumentos salariais, porém, são uma hipótese para o Governo deixar um legado, afirmou José Abraão. “O Governo e o Ministério das Finanças podem optar entre ir escrever o nome naquilo que é um défice de 0 ou até com saldo positivo, ou em ser o Governo e o Ministério das Finanças que puseram termo ao período mais longo de congelamento de salários e sem aumentos para a administração pública”, afirmou.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Reunião com Função Pública adiada novamente para Centeno participar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião