MB Way vai alargar transferências. Podem ir até aos 15 mil euros

A SIBS vai incorporar no MB Way a nova solução de transferências imediatas lançada recentemente pelo Banco de Portugal. Valor das transferências com MB Way poderá assim crescer no limite 20 vezes.

Pouco mais de três anos após o seu surgimento, o MB Way prepara-se para alargar a oferta de serviços. A ferramenta da SIBS vai incorporar a solução de “transferências imediatas” lançada recentemente pelo Banco de Portugal, o que no limite irá permitir multiplicar por vinte o montante máximo das transferências que esta já permite. Ou seja, ir até aos 15.000 euros.

Sem adiantar uma data para tal, a entidade responsável pela gestão da rede Multibanco, confirmou ao ECO a intenção de incorporar esta recente funcionalidade no MB Way. “As Instant Payments serão incorporadas no MB Way, não substituindo as atuais transferências, mas sim permitindo um alargamento do serviço“, adiantou a SIBS, acrescentando que tal “trará vantagens para o MB Way“.

A entidade liderada por Madalena Tomé explica que “esta incorporação será feita em alinhamento com as atualizações previstas tanto para a Instant Payments Solution como para o MB Way”.

As Instant Payments serão incorporadas no MB Way, não substituindo as atuais transferências, mas sim permitindo um alargamento do serviço.

SIBS

Para além de compras online e físicas nos locais aderentes, gerar cartões virtuais MB NET, fazer levantamentos de dinheiro no multibanco através do smartphone, tablet ou PC, a app do MB Way também permite a transferências automáticas entre contas bancárias aderentes.

Através desta aplicação, apesar de os valores estipulados poderem variar de banco para banco, no limite é possível transferir entre contas quase instantaneamente até 750 euros por operação. O valor global de operações recebidas e enviadas não pode, contudo, exceder 2.500 euros, nem é possível realizar mais do que 20 transferências por mês. Tal como explica a SIBS, trata-se de “um serviço sobretudo direcionado para o segmento particular”.

Aquilo que está previsto agora pela SIBS é acrescentar a este tipo de transferências, a solução de “transferências imediatas” lançadas pelo Banco de Portugal a 18 de setembro e que permite encurtar para apenas dez segundos o tempo necessário para que o dinheiro passe de uma conta para a outra. Ou seja, um modelo de funcionamento muito próximo daquilo que o MB Way já permite.

A principal diferença reside no montante máximo das transferências que no caso das “transferências imediatas” é bastante superior. Cada transferência pode ir até aos 15.000 euros. Não há ainda limite no número de operações permitidas.

Tratam-se assim de mais-valias face às atuais características das transferências permitidas pelo MB Way, já que no limite poderá multiplicar por 20 os valores permitidos em cada operação. Contudo, a SIBS não adianta se pretende estabelecer um teto próprio para as “transferências imediatas”. É que as respetivas regras permitem que os prestadores de serviços de pagamento definam um valor limite inferior, “por motivos comerciais e de gestão de risco”, segundo explicou o Banco de Portugal aquando do seu lançamento.

900 mil utilizadores e 3,5 milhões de transferências até agosto

De acordo com a SIBS, o MB Way tem atualmente 900 mil utilizadores que efetuam cerca de dois milhões de operações por mês, sendo que a empresa liderada por Madalena Tomé antecipa que a incorporação das “transferências imediatas” trará vantagens para a ferramenta nesse âmbito.

A gestora do Multibanco adianta ainda que até ao momento, o MB Way conta com mais de cinco milhões de transferências realizadas. Desse total, 3,5 milhões foram levadas a cabo nos primeiros oito meses deste ano. “Representa um crescimento de 12 vezes face ao período homólogo”, diz a SIBS.

Comentários ({{ total }})

MB Way vai alargar transferências. Podem ir até aos 15 mil euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião