Canal televisivo da FPF nas operadoras Altice, NOS e Vodafone

  • Lusa
  • 11 Novembro 2018

Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, diz que o novo canal estará em casa dos portugueses a partir do próximo ano.

O canal televisivo ‘11’, da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), vai ser distribuído por Altice, NOS e Vodafone, anunciou este domingo o organismo que prevê o arranque das emissões para 2019.

“O ‘11’ estará a partir do próximo ano em casa dos portugueses e será um importante instrumento de divulgação e promoção do futebol português e dos seus principais protagonistas, que são os jogadores e os treinadores”, explicou o presidente da FPF, Fernando Gomes.

O canal vai ser dirigido por Nuno Santos e vai dedicar a sua emissão à atividade das diversas seleções masculinas e femininas de futebol, futsal e futebol de praia, mas também aos treinadores e jogadores portugueses que atuam no estrangeiro, bem como às competições nacionais dos diferentes escalões.

No mesmo comunicado divulgado pela FPF no seu sítio oficial na Internet, os responsáveis da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, NOS, Miguel Almeida, e Vodafone, Mário Vaz, assumiram a satisfação por contarem com a estação televisiva federativa nas suas grelhas.

O organismo deu ainda conta de que o líder federativo e o diretor-executivo da FPF, Tiago Craveiro, debateram com os responsáveis destas três operadoras sobre os desafios comuns ao futebol e ao setor das telecomunicações.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Canal televisivo da FPF nas operadoras Altice, NOS e Vodafone

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião