Victoria’s Secret fica sem CEO. Jan Singer demitiu-se

  • Guilherme Monteiro
  • 14 Novembro 2018

Anúncio ainda não é oficial, mas a saída da CEO acontece numa altura em que empresa norte-americana enfrente uma forte queda nas vendas.

Depois de dois anos no cargo, Jan Singer, a presidente executiva da Victoria’s Secret despediu-se, de acordo com o Financial Times (acesso pago). As razões para a saída não são ainda conhecidas, mas acontece numa altura em que a empresa de lingerie enfrenta uma forte quebra nas suas vendas.

Ainda não se sabe quem se segue a Singer no cargo. Segundo a publicação britânica, esperam-se mais desenvolvimentos e esclarecimentos na próxima segunda-feira, altura em que a L Brands, que detém a famosa marca da Victoria’s Secret, vai divulgar os resultados trimestrais.

O sucessor de Jan Singer vai ter a responsabilidade de melhorar a aparência da marca perante as consumidoras. A queda nas vendas tem levado os criadores e as marcas a repensar o conceito de beleza e daquilo que é, afinal, um corpo perfeito.

A falta de inclusão e a linha de marketing sexualizada vêm sendo desaprovada pelas consumidoras. Outro ponto é que a concorrência de lojas online que está a aumentar a diversidade e a variedade de produtos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Victoria’s Secret fica sem CEO. Jan Singer demitiu-se

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião