Dona da Fidelidade quer comprar… lingerie de luxo

  • ECO
  • 20 Dezembro 2017

Com este negócio, a Fosun pretende “continuar a investir na marca para desenvolver todo o seu potencial como uma casa de moda de luxo global".

A Fosun, detentor da seguradora Fidelidade, está em conversações para comprar uma participação maioritária da La Perla, uma empresa italiana de lingerie de luxo, avança a Reuters.

A empresa italiana foi comprada já com dificuldades por Silvio Scaglia, fundador do grupo de telecomunicações Fastweb, em 2013. O negócio foi fruto de uma licitação de 69 milhões de euros num leilão em tribunal. Desde então que o empresário investiu mais de 300 milhões de euros no grupo de lingerie, de forma a impulsioná-la para o mercado asiático.

A La Perla tem mais de 30 lojas por todo o mundo, e este ano registou vendas de 140 milhões de euros este ano. Para o final do próximo ano, Scaglia prevê um retorno do investimento feito em 2013, mas antes de chegar ao breakeven, está em cima da mesa a possibilidade de vender o negócio aos chineses da Fosun.

Em Portugal, a Fosun detém a Fidelidade, mas é também a maior acionista do BCP, com mais de 25% do capital. No resto mundo, os interesses deste grupo chinês vão da banca aos seguros, passando pelo turismo e, potencialmente, entrarão no mundo da moda.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Dona da Fidelidade quer comprar… lingerie de luxo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião