Ir à inspeção com o carro vai ficar mais caro. Veja os novos preços

Levar o carro à inspeção vai ficar mais caro a partir de 1 de janeiro. As novas tabelas publicadas em Diário da República revêem as taxas em cerca de 1%.

A inspeção automóvel vai ficar mais cara a partir de 1 de janeiro. O Governo atualizou os preços das inspeções obrigatórias em cerca de 1%, elevando o valor a pagar por um veículo ligeiro em cerca de 30 cêntimos. Mas, de acordo com as novas tabelas publicadas em Diário da República, uma inspeção extraordinária aumenta mais de um euro.

A atualização das taxas de inspeção é feita com base na “taxa de inflação medida pelo índice de preços no consumidor (sem habitação) — taxa de variação média anual por referência ao último mês que esteja disponível, publicado pelo INE”, salienta o documento. Essa taxa foi fixada em 1,01%.

É nesta base que são revistos valores a pagar pelos condutores tanto no caso das inspeções normais, realizadas obrigatoriamente até à data da matrícula. No caso destas, para veículos ligeiros, o valor vai aumentar de 31,11 euros para os 31,43 euros, já considerando o IVA de 23%. O mesmo acontece no caso dos reboques e semi-reboques, já para os pesados o valor passa de 46,56 para 47,02 euros.

As reinspeções, pagas quando o veículo chumba na primeira inspeção, o valor a pagar vai subir de 7,80 para 7,87 euros, mas bem mais caras são as inspeções para a emissão de nova matrícula — habitualmente aplica-se no caso de veículos importados –, subindo de 77,65 para 78,44 euros. As extraordinárias passam a custar 109,70 euros.

Veja os preços:

Comentários ({{ total }})

Ir à inspeção com o carro vai ficar mais caro. Veja os novos preços

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião