Secretário do Tesouro dos EUA convoca banqueiros para discutir maré negra em Wall Street

Bolsa de Nova Iorque prepara-se para fechar o pior ano desde 2008, mas os CEO dos seis maiores bancos garantiram que não há problemas de liquidez. Esta segunda-feira, Mnuchin realiza novas reuniões.

O secretário de Estado norte-americano do Tesouro convocou este fim de semana os líderes dos seis maiores bancos do país, após as fortes quedas nos mercados acionistas devido aos receios de desaceleração económica e à paralisação do Governo. Steven Mnuchin explicou, através do Twitter, que debateu com os banqueiros os níveis de liquidez para garantir a estabilidade financeira no país.

Os CEO confirmaram que têm disponível uma ampla liquidez para emprestar aos consumidores, para as empresas e para todas as outras operações de mercado”, afirmou Mnuchin. “Também confirmaram que não assistiram a qualquer problema de autorizações ou margens e que os mercados continuam a funcionar com normalidade”.

Wall Street viveu, na semana passada, a pior semana em mais de sete anos. O setor que mais caiu foi o tecnológico, com o índice Nasdaq a tombar 8,4% no acumulado das cinco sessões e a entrar em bear market. Já o industrial Dow Jones derrapou 6,87% e o financeiro S&P 500 desvalorizou 7,05%. A bolsa de Nova Iorque prepara-se, assim, para fechar o pior ano desde 2008, o que gerou preocupações na administração liderada por Donald Trump.

Steven Mnuchin reúne-se, esta segunda-feira, com o grupo de trabalho para os mercados financeiros, que foi criado no seguimento do crash de Wall Street, em 1987. Este inclui representantes do conselho de administração da Reserva Federal norte-americana (Fed), da Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) e da Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Matérias-Primas.

No mesmo dia, cumpre-se o terceiro dia de paralisação do Governo norte-americano, que começou devido a um conflito entre o Senado e o Presidente Donald Trump sobre o financiamento do muro transfronteiriço com o México. Mnuchin também referiu a paralisação, dizendo que o Tesouro tem funcionários que estão a manter o funcionamento das principais operações.

“Continuamos a ver um forte crescimento económico nos EUA, com uma atividade robusta de consumidores e empresas”, acrescentou ainda Mnuchin, no Twitter.

O secretário de Estado tinha também usado a rede social para desvalorizar a notícia da agência Bloomberg de que a Administração estaria a considerar a saída do presidente da Fed, Jerome Powell. No sábado, escreveu também no Twitter: “Nunca sugeri o despedimento do presidente Jay Powell, nem acredito que seja a decisão correta”.

Comentários ({{ total }})

Secretário do Tesouro dos EUA convoca banqueiros para discutir maré negra em Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião