Investimento na Autoeuropa depende de estabilidade política, diz supervisor das fábricas da VW

  • ECO
  • 22 Fevereiro 2019

Responsável pelas fábricas da Autoeuropa no mundo assegura que "não há necessidade de tomar decisões em relação à Autoeuropa no próximo par de meses".

O reforço do investimento da VW na Autoeuropa e, em Portugal, depende da estabilidade política do país. A garantia é de Andreas Tostmann, supervisor das fábricas da Volkswagen no mundo.

Em entrevista ao jornal Público [acesso condicionado], esta sexta-feira, o responsável revela que a estratégia do grupo para recuperar terreno é investir na produção mas com menos trabalhadores.

No entanto, garante, por agora não haverá saídas na fábrica de Palmela. A decisão que tomámos de aumentarmos aqui a capacidade mostra que somos muito ambiciosos em termos de futuro. “Isto significa que apontamos para um cenário de estabilização da força de trabalho nesta unidade”, garante, acrescentando: “Queremos aumentar a eficiência em 30% nos próximos cinco anos. Essa meta implica melhorar a nossa produtividade, que está diretamente relacionada com o trabalho, mas também em todas as restantes áreas conexas”, conta.

Relativamente ao caso da Autoeuropa, Tostmann diz que, por enquanto, “não há necessidade de tomar decisões em relação à Autoeuropa no próximo par de meses”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Investimento na Autoeuropa depende de estabilidade política, diz supervisor das fábricas da VW

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião