Concurso público do Quartel da Graça recebe 13 candidaturas

O concurso público para a transformação do Quartel da Graça, num hotel, em Lisboa, recebeu 13 candidaturas. Os candidatos têm agora 25 dias para apresentar propostas.

Foram 13 os interessados na transformação do Quartel da Graça num hotel, informou esta quinta-feira o gabinete da secretária de Estado do Turismo ao ECO. O prazo de candidatura ao concurso público terminou esta quinta-feira e, agora, os candidatos qualificados terão 25 dias para apresentar as propostas. A criação daquele que será um hotel de cinco estrelas, ao abrigo do Programa Revive, vai resultar num investimento estimado de 29,7 milhões de euros.

O vencedor deste concurso público terá direito a uma concessão durante 50 anos — período máximo do Revive, nos quais está prevista uma renda que arranca nos 332,6 mil euros por ano. Ficará responsável por construir os espaços que vão acolher as capelas mortuárias de apoio à igreja. Com uma área de 15.495,25 metros quadrados, este famoso quartel localizada no Largo da Graça, em Lisboa será em breve transformado num hotel de luxo, com mais de 100 quartos.

Nasceu como Convento da Graça mas acabou por transformar-se num quartel devido à extinção das ordens religiosas no país. O concurso público lançado pelo Governo no início de fevereiro tem como objetivo dar uma nova vida a este imóvel, considerado património cultural e histórico. A concessão não inclui a área da igreja nem o respetivo jardim, estando igualmente excluído o Jardim da Cerca da Graça.

“A recuperação do Quartel da Graça, através do programa Revive, é uma ótima notícia para a cidade de Lisboa”, disse no lançamento do concurso o ministro-adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, sublinhando que o Revive irá “evitar a continuada degradação que tem sofrido”, além de o “tornar apto para afetação a uma atividade económica com finalidade turística”.

Comentários ({{ total }})

Concurso público do Quartel da Graça recebe 13 candidaturas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião