TAP preparada para dispersão em bolsa em 2020, diz Neeleman

Esforço financeiro da TAP para reestruturar empresa faz parte de preparação da dispersão do capital da companhia aérea, que pode oscilar entre 15% e 30%. Empresa estará preparada para IPO em 2020.

O esforço de reestruturar e limpar o histórico do grupo TAP faz parte de uma estratégia que visa a preparação da companhia aérea para uma futura dispersão em bolsa, explicou David Neeleman, líder da Atlantic Gateway, consórcio privado que tem 45% da TAP. Mas a operação não tem, por agora, qualquer calendário definido, ainda que Neeleman tenha avançado que espera que a TAP esteja preparada para o IPO já no próximo ano.

“Quem dita o timing é o mercado. Estamos preparando a empresa para o momento em que surgir uma oportunidade, avançarmos. Agora, o calendário não é possível de prever. Como está o apetite do mercado? Não sabemos. E quanto será a percentagem? Também não sabemos”, afirmou por sua vez Antonoaldo Neves, presidente executivo da empresa.

Mas apesar de não ter avançado com uma percentagem específica, Antonoaldo Neves admitiu que estas operações iniciais de dispersão de capital variam “sempre entre os 15% e os 30%”.

O grupo TAP apresentou esta sexta-feira os resultados de 2018, marcados por uma forte deterioração face a 2017, algo que a empresa atribuiu a impactos não recorrentes de 95 milhões de euros.

Comentários ({{ total }})

TAP preparada para dispersão em bolsa em 2020, diz Neeleman

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião