Continua a corrida ao IRS. Já foram entregues 788.243 declarações

Ao terceiro dia mantém-se o elevado ritmo de entrega de declarações de IRS. Às 19h30 desta quarta-feira tinham já sido submetidas 788.243 declarações.

Apesar dos alertas do Executivo, os portugueses mantém o elevado ritmo de entrega de declarações do IRS. Ao terceiro dia, foram entregues 788.243 declarações, sustentando uma afluência muito superior à do ano passado. Os contribuintes têm três meses para cumprir com esta obrigação fiscal, mas o alargamento do IRS automático e a ideia de que a Autoridade Tributária poderá fazer o reembolso no prazo de 11 dias está a condicionar as opções dos portugueses.

Segundo informação do Ministério das Finanças, cerca de metade das 788.243 declarações entregues até às 19h30, “foram entregues através da funcionalidade IRS Automático”, num total 389.639 de declarações.

O prazo para a entrega do IRS arrancou a 1 de abril, tendo ficado marcado por um elevado número de acessos, o que motivou falhas no acesso ao Portal das Finanças, totalizando ao primeiro dia 385.455 declarações de rendimentos entregues. Ontem esse valor subiu para as 569.026 declarações, das quais 51,15% foram submetidas através do IRS Automático, num total de 291.113 declarações.

No total, cerca de 3,2 milhões de agregados portugueses estão potencialmente abrangidos pelo IRS automático, o que resulta do alargamento dessa possibilidade aos subscritores de Planos Poupança Reforma (PPR) e aos contribuintes que fizeram donativos.

 

 

Comentários ({{ total }})

Continua a corrida ao IRS. Já foram entregues 788.243 declarações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião