Motoristas e ANTRAM com pré-acordo. Greve descartada pelo menos até final do mês

Segunda reunião entre ANTRAM e sindicato de motoristas de matérias perigosas terminou com pré-acordo e um avanço nas negociações. Não haverá nova paralisação pelo menos até às eleições europeias.

A segunda reunião entre a ANTRAM e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) terminou ao início da noite deste terça-feira com um pré-acordo entre as partes. À saída do encontro, o advogado do SNMMP, Pardal Henriques, apontou que as entidades chegaram a acordo em relação às exigências salariais do sindicato, que pedia um valor base equivalente a dois salários mínimos.

“Em relação à questão pecuniária, definiu-se um valor muito aproximado do que estávamos a pedir inicialmente, para o qual concedemos um prazo alargado. Vamos agora apresentá-lo aos nossos associados, tal como a ANTRAM irá levar o valor aos seus associados, e se todos concordarem, ficaremos todos muito satisfeitos”, explicou Pardal Henriques.

Sem querer adiantar o valor em concreto antes de o dar a conhecer aos motoristas, o advogado do SNMMP deu a entender que a subida pré-acordada com a ANTRAM para o salário-base permitirá um aumento faseado, por um prazo alargado.

A aproximação agora conseguida entre as partes é suficiente para evitar uma nova greve no imediato, acrescentou. A paz social está assegurada pelo menos até ao final do mês, já que o sindicato e a associação vão agora transmitir o que foi discutido aos seus associados, para depois voltarem à mesa das negociações ainda em maio, com as posições que lhes forem transmitidas por estes”, detalhou.

Depois da falsa partida registada na primeira reunião, o encontro desta terça-feira trouxe uma ANTRAM diferente, explicou o representante do SNMMP. “Hoje vi uma ANTRAM diferente, hoje estivemos todos à mesa com boa-fé e se continuarmos neste clima com certeza que chegaremos a bom porto”, acrescentou. Na primeira reunião, que teve lugar a 29 de abril, o SNMMP tinha anunciado que sem respostas concretas sobre dois temas prioritários já nesta reunião, o regresso da greve era uma forte probabilidade.

Além da questão pecuniária, explicou também Pardal Henriques, a associação e o sindicato deram passos concretos em relação à definição e ao controlo da carga horária a que os motoristas são sujeitos, assim como em questões de saúde e segurança no trabalho. “Conseguimos o compromisso de que serão respeitados horários de trabalho dos motoristas, como se faz a qualquer outro trabalhador. Tivemos o compromisso sério da ANTRAM e do Governo de nos apoiar na verificação que se cumprem rigorosamente os horários”, explicou.

O SNMMP obteve igualmente da ANTRAM a garantia de que os motoristas serão alvo de exames médicos mais regulares, dado o facto de trabalharem diariamente com matérias perigosas, e ainda um reforço dos seguros a que têm direito.

Além da reunião com o SNMMP, a ANTRAM, que representa as empresas de transportes rodoviários de mercadorias, vai reunir com o Sindicato Independente de Motoristas na próxima segunda-feira, dia 13 de maio. Este sindicato tem estado em constante contacto com o SNMMP, pelo que não será de afastar a hipótese de uma posição conjunta entre ambos.

(Notícia atualizada às 21h40)

Comentários ({{ total }})

Motoristas e ANTRAM com pré-acordo. Greve descartada pelo menos até final do mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião