Munich Re entre as “vítimas” com falha do foguetão Vega

  • ECO Seguros
  • 14 Julho 2019

Resseguradora alemã admite responder por uma apólice no total de 369 milhões de euros, após o falhanço no lançamento do foguetão Vega da Arianespace que transportava um satélite militar dos EAU.

O 15º lançamento de um foguetão Vega, destinado a colocar em órbita o Falcon Eye I, um satélite de observação militar feito pela Airbus para os Emiratos Árabes Unidos, falhou dois minutos após a descolagem da base de Kourou explorada pela Arianespace na Guiana francesa.

A Munich Re já admitiu estar entre as resseguradoras desta operação que, segundo a Reuters, terá uma apólice para prevenir estes casos no valor de 369 milões de euros, cobrindo o foguetão e próprio satélite transportado.

O satélite, com 1197 kg, devia ter sido colocado numa órbita de 611 metros, 57 minutos após o lançamento. Um lançamento deste tipo de foguetão, cujo principal fabricante é a Agência Espacial Italiana e realizado pela Arianespace, custa cerca de 32 milhões de euros em serviços, adicionado do foguetão em si que está estimado em 25 milhões.

As causas estão a ser investigadas mas a falha terá sido causada no momento de uma segunda ignição de propulsor. A Arianespace tem planeado quinze novos lançamentos até 2024, com este propulsor ou uma evolução Vega C a partir de 2020.

Comentários ({{ total }})

Munich Re entre as “vítimas” com falha do foguetão Vega

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião